• Luiz Machado

Uma lista de filmes de terror natalinos

Atualizado: Jan 9

Começou dezembro e a gente já entra naquele clima gostoso com muita neve falsa, calor infernal brasileiro, bolachas decoradas, pinheiros, a sua tia te comparando com seu primo mais bem sucedido, uva passa em tudo e qualquer coisa e muito piru! Se o resto do seu ano não é assim - o que do fundo do meu coração, eu espero que não seja - você, assim como a gente, já está em clima de Natal. A sempre agradabilíssima festa de fim de ano que todos esperamos com muita antecipação ou fugimos como o Diabo foge da cruz. Então para te colocar ainda mais neste clima, que pelo menos NÓS amamos, separamos uma listinha de filmes de terror natalinos para você botar na sala e traumatizar toda a família. Afinal nada grita mais NATAL BRASILEIRO do que desconforto familiar e chocotones.



Black Christmas

Beleza, se você é fã de horror e nunca assistiu nenhuma das versões deste conto de Natal, eu vou confiscar a sua carteirinha AGORA!!! A história é sempre a mesma, durante as festas de fim de ano em uma casa de irmandade, as jovens começam a ser mortas uma por uma. A recomendação mais óbvia é o clássico original de 1974, que é considerado por muitos como um dos pais do slasher. É um filme crítico, divertido e bastante assustador. Sua segunda versão foi um caótico remake em 2006 que, mesmo não sendo um filme bom, é tão surtado e idiota que se torna impossível não se divertir assistindo ele. A terceira foi um reboot em 2019, dirigido pela Sophia Takal, que tentou trazer o tom do original. É um filme um pouco zoneado, mas com o coração no lugar certo.



Gremlins

Qualquer jovem que cresceu assistindo às sessões vespertinas da TV aberta conhece as regras para se cuidar de um Gremlin. O clássico de Joe Dante foi o responsável por trazer um boom oitentista de criaturas fedorentas, irritantes e assassinas, além de misturar perfeitamente horror e comédia (influenciando outros filmes da década) e se cravando como um dos maiores clássicos de Natal do gênero.



Krampus

Durante o Natal a PIOR FAMÍLIA DA HISTÓRIA DO CINEMA têm as festas interrompida pela chegada de estranhas criaturas. Nesta deliciosa história infantil para adultos, você vai ter tudo o que têm direito para reanimar seu espírito de Natal numa versão bem estranha de A Christmas Carol recheada de monstros. É uma pequena pérola do cinema de horror que PRECISA ser mais conhecia, então essa é nossa missão: assista Krampus pelo amor de Papai Noel.



Eyes Wide Shut

Rolou uma dúvida se a gente colocaria isso aqui ou não mas: é um suspense e é um filme de Natal. Nesta belezinha (que foi o último filme do Kubrick) temos um casal de grandes gostosos interpretados pela eterna rainha sempre, Nicole Kidman, e o que era - na época - seu marido nanico, Tom Cruise. Na história o belíssimo casal, após uma estranha festa de Natal, decide fumar maconha e o papo vai para lugares inesperados. Nicolão confessa para o marido que já pensou e o trair e a IDEIA da esposa tendo esses pensamentos o deixa perturbados. Assim, o homenzinho com o ego ferido decide se vingar dela durante essa noite e parte em busca de oportunidades que acabam o levando a encontrar um culto maluco e essa crise metafórica no casamento acaba tomando proporções inimagináveis. É um filme chique, bizarro e deliciosamente cínico.



Anna and the Apocalypse

Acompanha aqui comigo: esse filme é um musical... situado no meio de um apocalipse zumbi... durante o Natal... Precisamos mesmo falar mais alguma coisa pra te convencer? Personagens carismáticos, músicas idiotas (e viciantes) e muita criatividade garantem que essa pérola seja o contrário de um desastre (que poderia muito bem ter sido). Você vai rir, chorar e se divertir horrores com a jovem Anna e seus amigos tendo que sobreviver ao ataque de mortos-vivos no dia mais festivo e especial do ano. É fofo!!!



Better Watch Out

Esqueceram de Mim encontra Pânico nessa farofona natalina sobre três adolescentes sobrevivendo ao ataque de invasores numa noite que guarda muitas - muitas - surpresas. Fica aqui uma dica importante para apreciar esta belíssima obra cinematográfica você precisa dar play nele sabendo de NADA. Não veja nem trailer, só vai que os twists são bons. É aquele tipo de filme que você vai vendo sem esperar nada de especial e ele surta e começa a te entregar um monte de coisa que não tava esperando. É delicioso e muito despretensioso. Vale a assistida.


Nasty Piece of Work

Um surtão que ninguém assistiu, esse filme faz parte da antologia Into the Dark (parceria do Hulu com a Blumhouse para lançar um especial por mês sobre diferentes feriados) e é facilmente um dos melhores. Na história acompanhamos dois casais que são chamados até a casa do chefe na noite de Natal para disputar uma caga na empresa. As coisas, que parecem normais no começo, vão ficando estranhas quando o casal anfitrião começa a agir de forma peculiar. A situação só vai escalando enquanto o patrão começa a testar até onde os empregados dispostos à ir pela promoção. É uma comédia de horror extremamente ácida e enervante. Um lindo exemplar de como um roteiro bem escrito pode sustentar qualquer tipo de narrativa, por mais maluca que ela seja.



Jack Frost

Um carro que estava carregando um serial killer sofre um acidente ao bater em um caminhão que carregava um composto químico experimental. O resultado? O corpo do criminoso derrete, se funde com a neve e agora temos um boneco de neve assassino buscando vingança contra o policial que o mandou para a prisão. Um filme divertidíssimo que não se leva a sério em momento algum e que tem soluções bastante criativas para contornar o baixo orçamento. Entre os momentos mais memoráveis temos os homens da cidade se unindo para combater o assassino usando secadores de cabelo como arma, cenas feitas do ponto de vista de uma poça d'água, uma pobre senhora transformada em uma árvore de natal e a própria estrela do filme: um gigantesco e inexpressivo boneco de neve que solta frases sarcásticas igual um Freddy Krueger natalino.



Silent Night, Deadly Night

O arroz de festa de todas as listas de filmes de terror natalinos. Nesse slasher natalino nós acompanhamos toda a vida de um rapaz que viu os seus pais serem assassinados por um homem vestido de Papai Noel até o momento da sua juventude em que ele surta e sai cometendo crimes numa noite de Natal. Quase um Boyhood dos slashers, já que ele gasta quase metade do filme contando a história do personagem que vai se tornar o assassino, ele é uma boa pedida para os fãs do gênero já que tem todas as características desse subgênero tão amado e odiado.

Curiosidade: apesar do sucesso que estava fazendo ele foi retirado dos cinemas após uma série de protestos de grupos conservadores. O motivo? Várias pessoas estavam revoltadas com a ideia de um símbolo inocente como o Papai Noel sendo retratado como um serial killer.



Whoever Slew Auntie Roo

Uma dupla de órfãos vai passar a noite de Natal na casa de uma senhora rica e famosa por dar festas de fim de ano para as crianças do orfanato. Porém ela se torna obcecada com uma das crianças e o irmão sente que a rica senhora esconde alguma coisa. Whoever Slew Anutie Roo é um hagsploitation dirigido por Curtis Harrington, é uma espécie de reconto da história de João e Maria. Harrington foi bem esquecido pelos fãs de horror, o que é uma pena já que a sua parceria com a Shirley Winters rendeu filmes ótimos como este aqui e What's the Matter With Helen?. Gays fãs de horror certamente vão se deliciar com o filme já que como todo hagsploitation ele é super camp e uma oportunidade maravilhosa para ver uma estrela do cinema de meia idade fazendo uma personagem insana, trágica, carismática e com uma peruca super exagerada.

111 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Spotify - Círculo Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Ícone do Instagram Branco

© 2020 Esqueletos no Armário. | Powered by Wix.com